Nos postos!

Vacinação contra a dengue começa para crianças de 10 e 11 anos

Imunização está disponível em municípios com altas taxas de infecção e mais de 100 mil pessoas; confira onde consultar

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |
A segunda dose da vacina contra a dengue deve ser aplicada a partir de maio - José Cruz/Agência Brasil

A campanha de vacinação contra a dengue começou nesta sexta-feira (9) com foco inicial em crianças de 10 e 11 anos. As doses serão aplicadas em municípios com mais de 100 mil habitantes e que apresentam as maiores taxas de propagação da doença. 

Continua após publicidade

Atualmente, o país enfrenta um surto com potencial de atingir recordes históricos. O número de pessoas infectadas se aproxima de 400 mil. A escalada de casos já colocou pelo menos quatro unidades da federação em situação de emergência, Acre, Minas Gerais Goiás e Distrito Federal. 

É a primeira vez que uma vacina contra a dengue é incorporada ao calendário nacional e distribuída gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). As regiões que receberam as doses atendem critérios definidos pelos conselhos de Secretários de Saúde (Conass) e de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).  

O Ministério da Saúde informou que a campanha vai avançar gradativamente, à medida em que novas doses chegarem ao Brasil. O público-alvo definido para a primeira fase do processo abrange crianças de 10 a 14 anos e a expectativa é concluir essa etapa até março deste ano. 

Quem se vacinar precisará voltar aos postos 90 dias depois da aplicação para receber o reforço. A lista dos municípios que estão na campanha pode ser consultada no site do Ministério da Saúde. Clique aqui para acessar. 

Educação e apoio da população

Nesta sexta-feira (9), o Ministério da Saúde anunciou uma parceria com o Ministério da Educação para traçar ações direcionadas à comunidade escolar. A ideia é estabelecer estratégias permanentes de enfrentamento e combate à dengue.  

Em pronunciamento na terça-feira (6), a ministra da Saúde, Nísia Trindade, pediu que a população adote cuidados para evitar a proliferação de criadouros do mosquito transmissor da dengue dentro de casa.

O mosquito transmissor se prolifera em água parada e 75% dos focos estão em ambientes domésticos. Para eliminar os criadouros é preciso manter caixas d'água fechadas, vedar sacos de lixo, manter calhas limpas e esvaziar recipientes como vasos de planta, pneus, garrafas e potes. 

Edição: Rodrigo Durão Coelho