Governo ineficiente

Programa Bem Viver apresenta desafios e solidariedade em meio à crise econômica

Alta escalonada no preço do gás de cozinha e doação de alimentos saudáveis estão entre as pautas

Ouça o áudio:

A precarização de serviços públicos, ausência de moradia e crise econômica preocupam cada vez mais no cenário de pandemia - Giorgia Prates
só Deus sabe o que vai ser da gente daqui pra frente

O programa Bem Viver desta quarta-feira (13) apresenta duas situações decorrentes da crise econômica no país nos últimos anos. Um dos destaques é para as consequências da alta escalonada do preço do gás de cozinha. Ao longo do ano de 2020, o Distrito Federal teve pelo menos dez reajustes no valor do produto. 

“Nunca na vida paguei gás como estou pagando hoje. Antigamente, a gente comprava por R$ 50, R$ 40, e hoje só Deus sabe o que vai ser da gente daqui pra frente porque a gente trabalha, trabalha só pra pagar conta”, diz a dona de casa Marinélia Lopes dos Santos, de 47 anos, que mora na Ceilândia (DF), a cerca de 30 km de Brasília (DF), e vende diariamente cerca de 30 salgados por dia.

:: Dos investimentos bilionários ao fechamento de fábricas: por que a Ford está de saída ::

Por outro lado, a edição mostra também ações de solidariedade que buscam amenizar a insegurança alimentar da população. Cerca de 100 trabalhadores do campo e da cidade se uniram em um mutirão para colher 4.200 quilos de feijão orgânico, neste domingo (10), no assentamento Contestado, na Lapa, município no Paraná. A colheita foi doada para famílias em vulnerabilidade por conta da pandemia.  

:: Maior produção de arroz orgânico da América Latina é do MST ::

A ação é organizada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) da região Sul do Paraná e pelo coletivo Marmitas da Terra — formado por mais de 120 voluntários de Curitiba e região.

"Para nós, não é simplesmente uma colheita, tem um significado muito maior, porque esse alimento é para a partilha”, garantiu Liana Franco, produtora agroecológica do assentamento Contestado e da coordenação estadual do MST, ao agradecer ao grupo de pessoas voluntárias deste domingo.

Pandemia

O programa entrevistou o sanitarista Gonzalo Vecina, fundador e ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Ele avalia a atuação das instituições de saúde envolvidas neste processo de luta contra a covid-19, assim como a interferência e apropriação política que recai sobre o assunto. 

:: Média semanal de casos da covid dispara e atinge maior marca já observada no Brasil ::

Segundo o médico sanitarista e referência na área, embora a Anvisa tenha sofrido pressão do governo Bolsonaro e de João Doria, governador de São Paulo, a atuação do órgão tem sido positiva.

“A Anvisa tem resvalado um pouquinho, mas tem conseguido cumprir com a sua proposta com a sociedade brasileira. Em grande medida isso se deve aos servidores”, explica Vecina fazendo a ressalva de que, mesmo cumprindo com seu papel, ainda acompanha os processos com certo receio.  

Meio Ambiente

O Bem Viver também abordou a defesa da biodiversidade. Uma das matérias veiculadas apresenta o descompasso na redução das multas ambientais, ao mesmo tempo do aumento do desmatamento no território brasileiro. Um estudo da ONG Observatório do Clima revela que houve redução de 20% de 2019 a 2020 no número de infrações registradas.  

:: Alertas de desmatamento no Brasil cresceram 80% nos últimos dois anos, informa Inpe ::

Ainda no tema meio ambiente, a edição anuncia que neste ano de 2021 se iniciou a década dos oceanos, uma demarcação criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para unir atenção e esforços para o desenvolvimento de uso sustentável dessa parte do nosso planeta. 


Produção da Rádio Brasil de Fato vai ao ar de segunda a sexta-feira / Brasil de Fato / Bem Viver

Sintonize

O programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS) e Rádio Cantareira (SP).

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver também está nas plataformas: SpotifyGoogle PodcastsItunesPocket Casts e Deezer.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Edição: Daniel Lamir